No fundo do poço

25 05 2010

No fundo, bem no fundo, você vai entender que não existe nada a se entender.

Monge Tibetano, Claudino Pereira Guilherme

Anúncios

Ações

Information

2 responses

25 05 2010
Pri

É… nada!
Não há nada… e isso é tudo!

27 05 2010
Letícia

Será que é nada mesmo? Até nada já é alguma coisa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: